A relação com as TICs nos tempos de ensino remoto

A relação com as TICs nos tempos de ensino remoto

A relação de usuário com a equipe de TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação) sempre foi paradoxalmente próxima quanto distante. O usuário comum de aparelhos e ferramentas tecnológicas geralmente vê nesse profissional o seu “salva-vidas” em casos de emergência. E, por muitas vezes, se indignou quando alguém do suporte chegou e deu reset no seu computador e tudo se resolveu, concorda? No entanto, esses profissionais que geralmente estão nos bastidores de tudo que usamos neste século, ganharam mais vez e voz, valor e importância, em tempos de ensino e trabalho remotos.

Se antes não tínhamos a real noção da estrutura, necessidade e importância estratégia das TICs, agora elas passam a ser peças fundamentais do nosso dia a dia.

O diretor da Associação Brasileira de Educação à Distância (Abed), George Bento Catunda faz um resumo sobre o primeiro momento da pandemia nas instituições de ensino e o quadro atual, no que diz respeito aos investimentos em TICs: “O primeiro momento, em março de 2020, vivemos uma correria para apoiar os professores e as equipes pedagógicas. A primeira iniciativa era replicar o modelo de sala de aula para o virtual. Com o passar do tempo e o retorno, em alguma medida, para o presencial/híbrido, tivemos condições de planejar melhor as ações e avançar na formação dos professores. Os profissionais de TICs conseguiram entender melhor as dificuldades dos professores e estudantes, além da estratégia pedagógica geral. Assim, o suporte de TI tem sido cada vez mais aderente aos desafios”.

Leia também
Tabus, mitos e paradigmas rompidos na educação.

Atualizações e investimentos – Com base na experiência de 2020 e as naturais soluções de emergência, as instituições de ensino já se mobilizam para investimentos mais robustos em soluções de tecnologia, bem como o estreitamento dessa relação com o setor de suporte tecnológico para lidar com esse universo. Antes o que era um uso pontual, em alguns casos normalmente inseridos na cultura das escolas, a tecnologia e suas ferramentas passam a ser cada vez mais incorporadas e definitivas às rotinas de trabalho.

Momento de saber se diretores, coordenadores e corpo pedagógico das escolas também se atentam ao que se requer de quem trata com tecnologia: atualização constante, aderência, receptividade e treinamento para lidar com as novidades. “No geral, todos estão conseguindo conhecer melhor, experimentar e testar várias soluções. Pela primeira vez, tais ferramentas são escolhidas também com base na experiência e experimentação dos usuários, que são estudantes e professores; além da avaliação técnica do pessoal de TICs”, analisa Catunda.

Para o diretor da Abed, ainda não há investimentos tão robustos, embora reconheça que esse é o caminho a ser seguido. “A relação humana no ensino híbrido traz melhor resultados para evitar o abandono e, consequentemente, melhora os resultados das instituições. Não tem mais volta”, concluiu.

Leia também
Mudança de paradigma da educação em tempos de Covid-19

E agora que passamos a ter um novo olhar e relacionamento com as TICs em nossas instituições de ensino, humanizamos essa comunicação e citamos aqui, alguns motivos para você conhecer a importância para àqueles que nos oferecem as soluções que vão desde o simples envio de um e-mail até a gestão dos sistemas, redes, infraestrutura de internet, entre as dezenas de atividades que estão no nosso dia a dia:

  • Controle de acesso e velocidade do tráfego das informações;
  • Modernos Ambientes Virtuais de Aprendizagem;
  • Soluções mobile de acesso às aulas;
  • Ferramentas de interação ao vivo de professores e estudantes;
  • Fácil acesso às informações das rotinas acadêmicas docentes e discentes.

Nesse cenário, os profissionais de TICs passam a estar na vitrine do mercado de trabalho e estão entre as 30 carreiras mais valorizadas no mundo inteiro. Mesmo assim, também é necessário humanizar a figura de quem trabalha com tecnologia, afinal, com as soluções e suportes desse grupo, temos condições de encarar de forma mais ágil, os desafios desse novo século.

Matheus Soluções – Sistemas de Gestão Escolar, há 20 anos oferecendo a solução completa para a gestão de instituições de ensino, com sistemas integrados e flexíveis para atender às suas necessidades. Conheça o Sistema Matheus EAD – NOTA MÁXIMA na avaliação do MEC e o aplicativo #Class que coloca a comunicação da sua escola na ponta dos dedos.

Sem comentários

Postar Comentário