Mídias Sociais: como sua instituição de ensino utiliza esses instrumentos?

Mídias Sociais: como sua instituição de ensino utiliza esses instrumentos?

O uso das mídias sociais é um grande auxílio para as empresas divulgarem os seus negócios e aumentarem sua renda e seus lucros. Redes sociais, e-mails e blogs são ferramentas poderosas.

E a sua instituição de ensino? Vem tirando proveito dessas ferramentas? A sua instituição sabe utilizar com maestria as redes sociais?

Preparamos uma síntese, para você ampliar seus conhecimentos sobre as redes sociais, suas aplicabilidades e formas de utilizá-las em benefício de sua atividade.

Redes sociais

Ter uma conta em uma rede social é uma forma de fazer com que o cliente esteja sempre recebendo atualizações sobre a sua instituição de ensino (IE) e fazer dele um colaborador ativo: através dos seus compartilhamentos, milhares de outras pessoas podem ter acesso às suas informações, totalmente de graça. Por meio das mídias sociais, as instituições intensificam o relacionamento com os pais e alunos ao promover uma interação.

Facebook

O Facebook é a maior rede social do mundo e o Brasil é o 3º país em número de usuários: cerca de 99 milhões de brasileiros têm uma conta ativa, sendo que 67% acessa todos os dias. Essa plataforma tem novidades e notícias sobre todos os assuntos, por isso é um canal de extremo potencial para as instituições de ensino.

Integre o seu blog ao Facebook e utilize a ferramenta como uma espécie de SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) para aumentar o tráfego e o engajamento de sua IE.

Instagram

O Instagram é uma rede mais jovial, que pode servir para as instituições postarem fatos do dia a dia da escola. Eventos, palestras, passeios, festas ou qualquer atividade que seja fora do comum pode ser documentada nessa rede, que é mais descontraída e bastante usada pelos alunos. Algumas instituições de ensino utilizam esse canal para documentar acontecimentos que ocorrem no seu dia a dia, postando fotos e vídeos de competições, exposições, eventos e até mesmo da festa junina no seu Instagram, adquirindo um grande engajamento dos usuários. Esse conteúdo pode ser, inclusive, compartilhado no Facebook.

Blogs

Os blogs não são uma rede social, mas servem para atrair o público-alvo e divulgar a visão da sua instituição de ensino, aproximando parceiros e pessoas interessadas em discussões acerca dos assuntos da IE. Eles são uma ótima ferramenta para receber tráfego de buscadores, através de um conteúdo rico e benéfico para os seus leitores. É importante ter atualizações e produção de conteúdo constantes, para não dispersar o interesse do público e divulgar esse conteúdo nas suas redes sociais.

É importante que esses instrumentos tenham espaço para a voz do cliente. Seja através de comentários ou de uma caixa de e-mails voltada para críticas e sugestões, o importante é estabelecer um contato íntimo com aquele que pode vir a ser seu futuro aluno, ou até mesmo aquele que já estuda em sua instituição.

Procure responder, sempre que possível, as dúvidas e esclarecer o que vem sendo feito com relação às críticas que eventualmente forem postadas.

Faça uma boa campanha publicitária com menor custo

As mídias sociais e o blog promovem novas conexões e a possibilidade de geração de conteúdos relacionados a sua instituição de ensino por pessoas que nem mesmo fazem parte da sua equipe publicitária. Nada melhor para atingir o seu público do que um conteúdo criado em uma linguagem voltada para ele. Um post em um blog ou em uma rede social pode ser bem mais efetivo do que campanhas publicitárias em TV, rádio ou outdoors.

As mídias sociais são atualmente a forma mais rentável de marketing que a sua instituição de ensino pode ter. Se a sua IE ainda não investe nessa área, está mais do que na hora de incluí-la como uma de suas prioridades. Os resultados serão altamente satisfatórios.

A Matheus Soluções – Sistemas de Gestão Escolar – disponibiliza ao mercado do ensino soluções e ferramentas que podem auxiliar as escolas na melhoria de seus processos, no gerenciamento de informações e na inclusão de novas tecnologias nas metodologias de ensino.

Sem comentários

Postar Comentário