A Inclusão da Mulher no Mercado da Tecnologia

A Inclusão da Mulher no Mercado da Tecnologia

Por que as mulheres ainda ocupam timidamente o mercado de Tecnologia?

As instituições de ensino buscam o público feminino para seus cursos de formação profissional na área da tecnologia, de forma mais atrativa? Quais são os paradigmas a serem transpostos, a fim de que a mulher tenha maior representatividade nos cargos desta área? Como podemos avançar de forma mais natural e efetiva?

Todas essas questões são importantes para desvendar a jornada da mulher nesse circuito tecnológico.  Em geral, nossa cultura e muitas vezes algum preconceito, as mulheres ficam no entorno desse mercado promissor e cada vez mais em crescimento que é o da Tecnologia. Então vamos ilustrar com alguns números e pesquisas do quanto ainda há a necessidade de um segmento a ser desbravado e ocupado pelas mulheres na sociedade.

Pesquisa do World Bank de 2019, retrata que as mulheres não buscam o desenvolvimento da carreira no universo digital, pelos paradigmas ainda impostos: família, carreira ou de que são poucos representadas e incentivadas por modelos femininos atuantes na profissão. Também há poucas mulheres atuantes nas instituições de ensino como formadoras de profissionais do segmento da tecnologia, que poderiam ser motivadoras e inspiradoras para seguir a carreira.

Leia também
Tabus, mitos e paradigmas rompidos na educação.

Cultura digital da mulher na educação – Segundo a consultora SAP, Selma Magalhães Moulard, a “possibilidade de reformulação do ensino para incorporar definitivamente a tecnologia na educação, desde a infância até os cursos técnicos, especializações e tudo que envolve o aprendizado, criaria uma cultura do digital para todos os gêneros de forma mais equilibrada”, analisa.

Essa falta de referência no que é chamado de STEM (sigla traduzida do inglês para definir áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) é apontada como uma deficiência desse quadro, uma vez que também os formadores, professores e instrutores, são na sua maioria homens. Então, uma mentoria e mais eventos trazendo mulheres para mostrar seu papel e as possibilidades de avançar nesse mercado, não seriam algo a ser explorados pela educação?

Leia também
Mudança de paradigma da educação em tempos de Covid-19

Pesquisas – Mais números para enxergar essa realidade. Segundo o Departamento de Estatísticas do trabalho nos Estados Unidos, 25,2% das mulheres ocupam trabalhos ligados à computação e Matemática, enquanto apenas 12% das afro-americanas e hispânicas estão atuantes nesse setor, conforme estudo do Centro de Igualdade de Gênero em Ciência e Tecnologia da Universidade do Arizona. Esses dados de 2019, também revelam que essa realidade deve ser ainda mais expressiva nos países da América do Sul. 

Selma Moulard ressalta o crescimento da atividade em home office, atrativo para muitas mulheres, ainda divididas no dilema, tarefas domésticas, maternidade, casamento e carreira e que pode ser uma grande oportunidade de levar a expertise de tecnologia para casa, ou de casa para o mundo. Então, ela apresenta cinco atrativos sobre mercado de Tecnologia da Informação:

  1. Excelente remuneração: geralmente existe uma carga maior do trabalho, porém bem recompensada;
  2. Atualização constante: as mudanças de programação, linguagens, plataformas, aplicativos, gerenciamento são constantes, seu setor sempre vai receber os investimentos com prioridade;
  3. Diversidade de escolhas de sistemas de TI: você pode migrar para as subáreas sem perder conhecimento já adquirido;
  4. Reconhecimento profissional mais ativo e rápido do que outras funções, pela sua relevância cada vez maior;
  5. Possibilidade de criação: uma das áreas em que se pode agregar o conhecimento para diversos nichos.

Com isso, as mulheres também precisam quebrar seus próprios padrões de acesso ao mercado digital. No mundo globalizado, a diversidade ocupa cada vez mais espaço, com empresas e projetos que contemplam o espaço democrático para todos. Basta que cursos, escolas, faculdades, o ensino em geral repense suas estratégias, para abrir espaço e tornar atrativa a formação de mais mulheres na área da tecnologia.

#mulheres #mercadotecnologico #mulheresnatecnologia #diversidade #formacao #tecnologiadainformacao

Matheus Soluções – Sistemas de Gestão Escolar, há 20 anos oferecendo a solução completa para a gestão de instituições de ensino, com sistemas integrados e flexíveis para atender às suas necessidades. Conheça o Sistema Matheus EAD – NOTA MÁXIMA na avaliação do MEC e o aplicativo #Class que coloca a comunicação da sua escola na ponta dos dedos.

Sem comentários

Postar Comentário