Gestão escolar: como engajar a instituição de ensino com a comunidade?

Gestão escolar: como engajar a instituição de ensino com a comunidade? Matheus Soluções, sistemas de gestão acadêmica e sistema ead com o melhor custo-beneficio do brasil

Gestão escolar: como engajar a instituição de ensino com a comunidade?

A instituição de ensino deve ser um ambiente de participação ativa de todos os seus atores. Isso não se limita apenas aos alunos e colaboradores. É necessário também que pais, alunos e toda a comunidade estejam engajados para que haja a construção plena de conhecimento e o desenvolvimento de cidadania. Entender essa necessidade e traçar estratégias para superá-la é também papel da gestão escolar.

Entretanto, a situação encontrada em instituições de ensino muitas vezes é o contrário desta ideia. Elas se mostram fechadas para uma participação e relacionamento exterior.

A proposta de uma gestão escolar mais inclusiva e participativa passa por diversos aspectos que precisam ser debatidos, para que haja uma evolução do potencial de influência social que a instituição pode ocupar.

Para encontrar os caminhos de fazer da instituição de ensino um lugar mais socialmente inclusivo, uma ideia interessante é refletir sobre o papel que ela exerce e, a partir disso, identificar rumos para a ocupação desse espaço. Ações relativamente simples podem impactar positivamente seus estudantes, colaboradores, ambiente de ensino a comunidade local, e ainda aumentar de forma significativa a reputação e credibilidade da instituição de ensino.

Separamos algumas sugestões de ideias de ações que podem ser realizadas para melhorar o engajamento da comunidade com a sua instituição de ensino. Confira!

1- Atendimento ao público

Uma instituição de ensino deve investir em projetos que convidem a participação do público. Isso é especialmente importante no caso de universidades. Uma maneira eficiente de fazer isso é fornecer atendimento à comunidade.

Cursos como o de Medicina ou Odontologia podem fornecer atendimento gratuito em dias específicos da semana ou em um turno. A faculdade de psicologia também pode oferecer serviços de psicoterapia. É vital reforçar que é obrigatório a orientação de um professor responsável pelas atividades.

Esse processo ajuda tanto o aluno do curso, que vão ter contato com a profissão em um ambiente controlado e de aprendizado, quanto a instituição de ensino, que vai se aproximar da comunidade e ampliar o alcance da sua marca e presença social.

2- Feiras de ciência e cultura

O incentivo à ciência e cultura também precisa ter um caráter inclusivo. Escolas de ensino fundamental e médio podem promover feiras de ciência para exposição de projetos realizados por seus alunos. Pode-se ainda tentar conseguir patrocínio para viabilizar ou premiar projetos que forem considerados inovadores.

Feiras de cultura podem incluir exposições de arte, apresentações de peças de teatro (criadas pelos alunos ou de companhias de fora), performances musicais e shows de talentos, tudo com o intuito de promover a participação da comunidade em eventos com caráter educativo.

Você já pensou na possibilidade de abrir a sua biblioteca para a utilização da comunidade que reside no entorno de sua instituição de ensino?

3- Cursos de capacitação

Oferecer cursos profissionalizantes também reforça o papel da escola na sociedade. Opções como informática básica ou língua estrangeira, bem como outros cursos técnicos (gratuitos ou com um valor acessível), são algumas das alternativas que podem ser oferecidas por escolas de idiomas, escolas técnicas e universidades.

4- Desenvolvimento e participação em projetos sociais

Talvez uma das maiores contribuições que uma instituição de ensino possa exercer está em se incluir em projetos sociais. Isso confirma o papel social da instituição, que é estar aberta a todos que queiram fazer parte dela.

Nesse sentido, pode ser interessante procurar a comunidade para discutir pautas que sejam relevantes para o bairro. A identificação de problemas, soluções e necessidades e, com isso, a criação de projetos com o intuito de propor mudanças.

Projetos como campanhas de doação e arrecadação de roupas e alimentos, bem como o desenvolvimento de uma horta comunitária, são ideias de ações simples que certamente trarão um senso de coletividade para o ambiente escolar e causarão impacto positivo para a comunidade e para a imagem da instituição de ensino.

5- Cuidado especial com a divulgação

Uma gestão escolar mais democrática e inclusiva deve estar acompanhada de um trabalho de divulgação planejado. Para isso, conheça seu público e utilize os canais de divulgação que terão maior alcance e impacto.

As opções vão desde redes sociais, cartazes, divulgação em imprensa local, em pontos de ônibus e até o boca a boca. Lembre-se que, para que a comunidade possa se engajar e participar, ela também precisa conhecer o que sua instituição tem a oferecer!

Nós da Matheus Soluções – Sistemas de Gestão Escolar estamos há 20 anos oferecendo a solução completa para a gestão de instituições de ensino, com sistemas integrados e flexíveis para atender às suas necessidades. Conheça o Sistema Matheus EAD, a plataforma EAD, integrada com LMS, mais acessível do Brasil – conceito 5 pelo MEC.

Sem comentários

Postar Comentário